fbpx

Não deixe que alguém destrua seu sonho.

Quantos sonhos são deixados de serem vivenciados e  mantidos por interferências externas . Se isso já aconteceu com você, convido ler esse texto e colocar em práticas as dicas.

É importante ter clareza  que você é um ser incrível e que nada e nem ninguém pode te impedir de ser feliz. Claro que ter bom senso na realização dos nossos sonhos, tomar as medidas cabíveis para realiza-los sem que prejudiquemos a nós mesmos e os outros tudo, pode ser realizado.

Assim, as dicas a seguir pode te ajudar nesse processo.

1-Vale lembrar que se o sonho é seu, somente você sabe o porque do seu propósito, não espere apoio total das pessoas a sua volta, muitos não vão te entender e nem são obrigadas certo?

2-A opinião do outro é baseado no que elas acreditam e nos sonhos delas, portanto só leve  em consideração o que achar que pode ser útil a você, afinal cada um expõe o que tem dentro de si .

3-Questione se o sonho que quer realizar de fato é um sonho e porque quer alcança-lo? Se ficar inseguro com a opinião alheia ou com os obstáculos que irá enfrentar, será que é um sonho mesmo?

4-Sonho é sonho e todos eles podem ser realizados, portando, planeje  e tenha em mente o que precisa ser feito para alcança-lo. Aqui não se preocupe com o tempo e sim com o PROCESSO, afinal o processo bem feito te ajudará  ter êxito.

5-Desenvolva sua autoestima! Já parou para pensar que se está colocando em primeiro lugar o  a opinião alheia  é porque está valorizando mais o outro do que você mesmo? Se isso acontece, sugiro olhar mais para si e perceber que se amar de maneira incondicional é fundamental para alcançar seu objetivo.

6-Busque ferramentas que te ajudem a desenvolver seu autoconhecimento e empresas que possam te auxiliar na concretização se seu sonho.

Gostaria que soubesse que  se sonhou você pode realizá-lo, afinal seu cérebro já entendeu que isso é possível. Então vá em frente e não meça esforços para alcançar o que tanto  almeja. Esteja perto de pessoas que vão te ajudar nesse processo e aquelas que não estão, as respeite, mas não dê foco a elas.

Grande abraço.

Fernanda Farias

Psicologa  e Coach.

CRP 06-73870

Há 14 anos ajudando as pessoas nos processo de transformação, há 5 anos tem um programa que atende pessoas no processo de transição para o Exterior ou retorno ao país de Origem.

Agende sua consulta de Coach Gratuita 11 962304168 Whatssap ou pelo

email – contato@fernandafariaspsicologa.com.br

 

Como transformar o pensamento negativo em positivo.

Já parou para perceber que os pensamentos negativos nos atrapalham e eles geralmente aparecem quando tudo parece não está indo a nosso favor?
É exatamente isso que acontece. Nossos pensamentos são reações do que estamos sentindo; se não estamos bem, os pensamentos negativos vão predominar.
Acontece que tudo é treino e aprendizado e esse movimento pode ser transformado. Para isso é importante que você dedique-se um pouco nas dicas que darei a seguir para que você possa aos poucos ir transformado a maneira de pensar e lidar/reagir as suas emoções:

1-Confronte seu pensamento: Todo pensamento é uma fantasia, pois enquanto está no pensamento o fato ainda não aconteceu. Assim, se questione. Esse pensamento é real? Ele está acontecendo de fato?Porque ele deverá acontecer?
2-Resolvendo os problemas: Caso o pensamento insista em existir, procure pensar na solução do mesmo, quais ações precisa tomar para resolvê-los. Dessa maneira você perceberá que terá como sair da situação de risco.
3-Toda vez que o pensamento vier, force o pensamento contrário. Por exemplo: Seu for viajar para o exterior e der tudo errado? Se eu for viajar para o exterior e der tudo certo? Ao forçar esse pensamento, você começa a perceber que as duas coisas podem acontecer e você precisa escolher aquilo que você quer viver.
4-Escreve no papel todos os seus pensamentos negativos e se questione porque somente situações negativas acontecem com você. Ao expor no papel fará você extravasar e tirar de dentro de si esses pensamentos, ajudando a refletir sobre o assunto.
5-Discorde dos pensamentos negativos: Por exemplo: Estou com muito medo e dores do corpo, será é algo ruim, uma doença grave? Discordando: Não, é somente um sintoma de ansiedade, que ao buscar informações e pedir ajuda logo vai passar.
6-Determine pensamentos positivos: Seu cérebro precisa de 5 segundos para registrar um pensamento, assim quando vier um pensamento negativo, determine algo positivo pra que a ultima informação predomine.
Vale ressaltar que nesse texto meu grande objetivo foi te ajudar a perceber que você pode ser autor de sua própria vida, bem como lidar com suas emoções. Contudo, caso esteja enfrentando alguma dificuldade, não deixe de buscar ajuda profissional, bem como buscar informações através de leituras e pessoas sérias para te ajudar nesse processo.
Eu acredito em você, afinal nada pode ser mais importante do que sua vida que seu bem estar.

Fernanda Farias
Psicologa e Coach.
CRP 06-73870

Há 14 anos ajudando as pessoas nos processo de transformação, há 5 anos tem um programa que atende pessoas no processo de transição para o Exterior ou retorno ao país de Origem.

Agende sua consulta de Coach Gratuita 11 962304168 Whatsapp ou

pelo email – contato@fernandafariaspsicologa.com.br

Como aproveitar melhor seu intercâmbio?

O momento tão esperado chegou e com eles as dúvidas, inseguranças e motivação estão a flor da pele. O que muitas vezes acontece é que muitos estudantes poderiam aproveitar melhor seu intercambio se seguissem as dicas simples as seguir:
1-Planeje toda sua viagem com especialista da área e busque o maior numero de informações do local/escola/moradia que pretende ficar, assim se sentirá mais seguro quando chegar a seu destino.
2-Defina bem o idioma que quer aprender e o tempo que pretende investir no seu estudo, dedique-se, afinal desenvolver/aprimorar o idioma é o seu foco.
3-Reserve um tempo para o lazer e conhecer lugares novos, afinal nesses momentos você aprenderá mais sobre a cultura.Antes de viajar faça uma busca de companhias áreas/promoções para que possa usufruir por um melhor preço cada local.
4-Dedique-se um tempo para descansar e investir no seu autoconhecimento, assim você conseguirá perceber se está indo no caminho certo ou precisa rever suas ações em sua viagem para que não saia do seu foco.
5-Registre momentos através de fotos e escrita, afinal eternizar seu intercâmbio despertará diariamente sua motivação para se manter firme, tranquilo e feliz.
6-Tenha contato com familiares, mas não deixe de viver o momento do seu intercâmbio, fazendo novas amizades.

Grande abraço.
Fernanda Farias
Psicologa e Coach.
CRP 06-73870

Há 14 anos ajudando as pessoas nos processo de transformação, há 5 anos tem um programa que atende pessoas no processo de transição para o Exterior ou retorno ao país de Origem.

Agende sua consulta de Coach Gratuita 11 962304168 Whatsapp ou pelo email – contato@fernandafariaspsicologa.com.br

A troca de experiência pode te ajudar a ter uma vivência no exterior fantástica!

Muitas pessoas tem o sonho de morar, trabalhar, estudar no exterior e não sabe muitas vezes por onde começar. Nesse momento a ansiedade e muitas vezes o desespero toma conta da pessoa o que pode fazer com que ela desista do sonho ou tenha prejuízos financeiros e emocionais. A seguir  dicas importantes que pode ser um divisor de águas nesse processo.

  • Conversar, contar com pessoas e empresas que já passaram pela a mesma experiência que você ou que poderão te dar o suporte que você precisa no momento inicial e em toda sua viagem é fundamental para que você se sinta mais seguro.
  • Ter clareza seu objetivo estudar o país que pretende residir, bem como fazer um planejamento do tempo que pretende ficar é importante para você se planejar melhor.
  • Obter informações dos lugares que pretende visitar/estudar bem como buscar referências te ajudará a escolher um lugar onde se sentirá mais confortável e confiante.
  • Trabalhe suas emoções, invista no seu autoconhecimento com profissionais especialista em intercambista/expatriados, para te ajudar no seu equilíbrio emocional.
  • Participe de grupos em redes sociais confiáveis para trocas de informações, bem como fazer amizades, assim você poderá se sentir mais acolhido.

Buscar informações que ajudem a chegar mais rápido ao  seu objetivo com quem sabe do assunto te ajudará a ter uma experiência mais tranquila e enriquecedora.

Um grande abraço.

Fernanda Farias

Psicologa  e Coach.

CRP 06-73870

Há 14 anos ajudando as pessoas nos processo de transformação, há 5 anos tem um programa que atende pessoas no processo de transição para o Exterior ou retorno ao país de Origem. Agende sua consulta de Coach Gratuita 11 962304168 Whatsapp ou pelo email – contato@fernandafariaspsicologa.com.br

5 Dicas para ser uma pessoa Resiliente

Hoje em dia é muito comum ouvirmos falar sobre resiliência e sermos pessoas resilientes. Acontece que grande parte das pessoas não sabem ao certo o que é resiliência e como se tornar um.
De uma maneira simples de exemplificar, podemos dizer que uma pessoa resiliente significa que ela consegue dar um novo rumo rapidamente de uma situação negativa que está vivendo, ela consegue “dar a volta por cima” e voltar ao seu equilíbrio. Contudo não quer dizer que essas pessoas não sofram, sejam frias e muitos menos não tenham pensamentos negativos e ficam cabisbaixas. Elas apenas tem a habilidade de ver o ônus e o Bônus das situações, tirar proveito e seguir em frente.
Assim, abaixo deixo 5 dicas para você desenvolver sua resiliência.

1-Invista no seu autoconhecimento: Ao se conhecer, você conseguirá identificar o que te deixa triste/alegre/ansioso/calmo ou seja aprenderá entender como você lida com sua emoções e aprimorar cada vez mais esse processo.
2-Aprenda com seus erros: Quando vezes você pensou em desistir pelos simples fato de não ter conseguido seu objetivo. Em situações como essas olhar o que poderia ter feito diferente e arriscar novamente pode te ajudar a perceber que o erro tem muito o que te ensinar.
3-Gratidão: Agradecer que tudo ocorre na sua vida é um degrau para você alcançar seu objetivo te deixará mais positivo e confiante para continuar, mesmo que em situações difíceis.
4-Cuide do seu corpo/bem estar: cuidar de si (alimentação/corpo/mente) te ajudará a liberar hormônios para que você mantenha seu equilíbrio e seguir em frente com mais leveza.
5-Seja criativo: Procure se reinventar todos os dias, assim num momento de desânimo ou que algo não dê certo, você já terá a capacidade de criatividade desenvolvida e terá maior rapidez para resolver seus problemas. Aprender a aceitar as mudanças, aquilo que não pode mudar, te ajudará a ser uma pessoa mais flexível. Não é fácil lidar com imprevistos, mas aceitar que eles acontecem podem te ajudar nesses momentos. Assim, diante dele, respire fundo e veja o que pode fazer utilizando sua criatividade.
Espero que esse texto te ajudado de alguma maneira.
Grande abraço.
Fernanda Farias
Psicologa e Coach.
CRP 06-73870
Há 14 anos ajudando as pessoas nos processo de transformação, há 5 anos tem um programa que atende pessoas no processo de transição para o Exterior ou retorno ao país de Origem.

Agende sua consulta de Coach Gratuita 11 962304168 Whatsapp

ou pelo email – contato@fernandafariaspsicologa.com.br

Permita-se ser viver!

Não  deixe de se permitir viver seus sonhos e de ser feliz por nada, afinal você merece tudo o que é de bom. É claro que  ter clareza de quem somos, ter bom senso, ética e respeitar o próximo é fundamental para o bom convívio social.

Se permitir a alcançar seus objetivos, viver e se tornar feliz não é tão difícil quanto parece, porém é preciso estar atento o que te impede de alcançar esse estádio.

Por incrível que parece pensamentos e ações simples no seu dia a dia, te ajudará nesse processo.

Devido nossas memórias emocionais, traumas, experiências negativas, crenças limitantes deixamos de nos permitir sermos felizes e sermos como gostaríamos.

Abaixo segue algumas dicas para te ajudar:

1-Questione quem te falou que você não pode ser pode ser feliz  ou de onde vem esse pensamento. Escreva num papel  e confronte se esse pensamento se é realmente seu. Caso seja, porque não pode ser ao contrário? Caso seja de alguém já parou para pensar que a pessoa pode estar falando dela e não de você?

2-Suas experiências negativas podem te ajudar  a desenvolver mais amadurecimento em todos os aspectos da sua vida, te ajudando a se tornar mais maduro. Contudo, não deixe que elas definam seu presente e seu futuro. Afinal, toda experiência lhe traz sabedoria para arriscar com mais segurança e certeza dos acertos.

3-Cuidados com suas crenças limitantes, aquelas que colocaram  em você quando ainda era criança. Crenças essas que te paralisam e não te permite a viver. Umas das crenças mais comuns são sobre o dinheiro. Algumas famílias relatam a todo o momento que para ter dinheiro é preciso largar a família, trabalhar muito, deixar a família de lado; ou até mesmo alegam que se tiver dinheiro pode ser roubado, então é melhor ser pobre. Assim, muitas pessoas deixam de se permitir a ganhar dinheiro e evoluir com medo de sofrer.

4-Muitas pessoas têm medo e insegurança de se arriscar porque associam com perdas irreparáveis  e que não podem voltar a trás. Contudo, permitir-se a se planejar, avaliar os fato podem te ajudar nesse momentos. Vale ressaltar que é importante o assumir a sua responsabilidade e que tudo que faz é o que conseguiu fazer naquele momento. Seja humilde e reconheça seu erro caso ele ocorra. Tudo é aprendizado e  com ele você se tornará cada vez mais sábio.

5-Permita-se sentir suas emoções, ao fazer isso aprenderá  a ter maior domínio de si,  esse movimento  te permite a alcançar de maneira mais rápida sua maturidade. Buscar ajuda profissional, facilitará esse seu processo.

6-Permita-se entrar em contato com sua dor, superar seus traumas, angustias, derrotas. Ao fazer isso, você deixa de sair do processo de vitimização e começa a ser o autor de sua história.

7-Enfrente seu medo, confronte; afinal ele surge apenas para te fazer refletir seus sobre seus limites e se de fato você quer ou não investir nos  seus sonhos. Ele sempre estará ao seu lado, assim como os outros sentimentos. Não dê tanto ouvidos a ele, apenas o acolha e veja qual ensinamento ele quer te passar. Dê mais ouvido para sentimentos e emoções que te levam a ir para ação e te dar suporte para enfrentar seus obstáculos sem medo.

Permitir-se é dizer para si mesmo que vale a pena viver nosso momento e agradecer as oportunidades que a vida nos dá. Independente do que esteja vivendo, acolha, enfrente e entenda o significado de cada fato e emoção  permitindo-se a aprender e ser feliz.

Você precisa entender que é um ser incrível e que é muito mais que tudo que acontece a sua volta, seus sentimentos, emoções, ações, traumas, experiências negativas. Você é aquela pessoa que lida, aprende, transforma e se permite viver diante de tudo isso. Assim, permita-se a se transformar e se tornar cada vez mais ser feliz.

Grande Abraço !

Fernanda Farias

Psicóloga e Coach

CRP 06-73879

Email: contato@fernandafariaspsicologa.com.br

www.psicologafernandafarias.com.br

11- 962304168 Whatsapp

Não deixe o medo de falar inglês interromper seu sonho para fazer intercambio!

Quando o sonho de morar no exterior/fazer intercâmbio nasce uma das maiores preocupações é como vou fazer para se comunicar se não sei nada ou muito pouco de inglês? Mesmo que um dos maiores motivos seja aprender o idioma, pensar que ficará por um período, enquanto aprende o idioma tendo dificuldade para se comunicar pode ser um obstáculo e interromper esse sonho.

Assim, é importante saber que o fato de precisar de maior tempo para aprender o idioma, não significa que não tenha potencial cognitivo ou terá  dificuldade para sempre. Cada individuo  tem uma maneira de desenvolver sua; sem contar com o momento de vida que está passando que pode interferir diretamente no  aprendizado de um novo idioma.

A autocrítica, a ansiedade, a insegurança, a comparação com as outras pessoas são um dos maiores vilões nessa história. Esses vilões fazem um bloqueio emocional em você.Dessa maneira, se você aprender a lidar com eles conseguira seguir em frente no seu sonho.

Assim, abaixo deixo algumas dicas para te ajudar nesse processo.

1-Autocrítica: O medo de ser julgado seja porque não tem maior domínio do idioma ou por falar algumas palavras erradas, ou até mesmo por apresentar alguns sintomas físicos( sudorese, tremedeira, etc), fazem as pessoas se sentirem desestimuladas e se bloquearem. Assim, procure se respeitar, se acolher e principalmente dize a vocês mesmo que está em processo de aprendizado e não é obrigado a falar perfeitamente o idioma.Não se compare a ninguém e vale ressaltar que quanto mais colocar em prática seu conhecimento, mas rápido aprenderá.

2-Cuidado com seus pensamentos negativos: Quando estamos passando por um período difícil ou desconfortável, é comum produzirmos pensamentos negativos. Contudo, se confronte e veja o que porque está fazendo isso consigo. Se respeitar e principalmente trocar esse pensamento para um pensamento positivo te fortalecerá. O que você acha de ao invés de  pensar, “ Devia ter aprendido antes o idioma”,Pensar em “ nunca é tarde, e estou e esforçando para adquirir minha fluência”

3-Observe seu corpo e suas emoções: Quando sabemos  o que sentimos emocionalmente e fisicamente, automaticamente temos a oportunidade de refletirmos o que podemos fazer para nos acalmar. Se acolha, faça uma respiração, lide com suas emoções de maneira individual. Se respeite, de uma pausa para você. Preste a atenção na sua postura, encha o peito e veja o quanto você é capaz de se superar. Isso irá te ajudar a manter o controle e aumentará sua autoconfiança.

4-Estabeleça metas e faça um planejamento de estudos. Aqui não importa  a quantidade de horas que irá se dedicar estudando e sim, manter uma frequência/prática e se dedicar a esse período. Vale lembrar que o seu processo de aprendizagem deve ser prazeroso, mesmo que diante das dificuldades. Sempre que se deparar com alguma dor, desconforto, você criará uma resistência. Assim, tente fazer desse processo algo leve, tranquilo e com muito otimismo. Não tenha pressa, tenha Constancia em seus estudos!

Grande Abraço !

Fernanda Farias

Psicóloga e Coach

CRP 06-73879

Email: contato@fernandafariaspsicologa.com.br

www.psicologafernandafarias.com.br

11- 962304168 Whasapp

Aprenda como lidar com os pensamentos negativos.

 

Você já parou para perceber  o quanto os pensamentos negativos atrapalham o caminhar do seu dia? O quanto que eles têm o poder sobre você e te levam ao desânimo e até mesmo fazer você desistir de seus propósitos?

Sim, esses pensamentos costumam paralisar muitas pessoas, pelo simples fato delas não  saberem como lidar.

Assim, quero deixar claro que os pensamentos, sejam eles positivos ou negativo sempre vão existir em sua vida. Tanto um quanto outro é preciso ser recebido para te ajudar em seu processo de transformação.

A seguir tem algumas orientações que podem te ajudar a lidar com os pensamentos negativos.

1-Avalie sempre seus pensamentos e quais sentimentos que ele te gerou. Ao fazer essa análise você terá clareza o que te aflige e se existe dentro de si mais pensamentos negativos, do que positivo. Dessa maneira  terá a opção de trabalhar esse sentimento. Caso tenha dificuldade, não deixe de buscar ajuda profissional pra aprender fazer futuramente com maior autonomia essa avaliação.

2-Acolha um  pensamento negativo. Ele faz parte da nossa vida para nos proteger de um suposto perigo ou alerta. Assim, reflita se ele é real ou é somente uma insegurança ou desconforto/medo de enfrentar um novo desafio. Enfrente e perceberá que o pensamento irá embora.

3-Se o pensamento negativo persistir veja  o que está por de trás desse pensamento existente. Geralmente é uma ansiedade, insegurança, medo que está por de trás. Anote  se esses sentimentos te paralisam e  aparece em algumas outras situações de sua vida. Questione  porque esses sentimentos aparecem e o para que continuar com eles..

3-Avalie a importância que você dá a cada pensamento seu. Afinal, porque valorizar  em demasia um pensamento negativo? Procure pensar em todos os obstáculos que  já teve e conseguiu superar através da ação.

4-Pensamento é pensamento, será que seus medos são reais? Vá para o concreto e avalie se realmente eles existem.

5-Diante de um pensamento negativo dê também a oportunidade de  se questionar que como seria se tudo desse certo. Foque também nessa possibilidade, até porque pensamento é pensamento, ainda não existem no concreto.

6-Não temos como prever o futuro e sim lidar com fatos reais. Assim, diante de um pensamento negativo, procure encontrar  o que poderia fazer caso isso acontecesse , assim vai perceber que tudo tem uma solução.

Resumindo, Acredite na  sua capacidade de lidar com os imprevistos do dia a dia, afinal desafios existem para serem vencidos. Eu confio em você.

Grande Abraço !

Fernanda Farias

Psicóloga e Coach

CRP 06-73879

Email: contato@fernandafariaspsicologa.com.br

www.psicologafernandafarias.com.br

11- 962304168 Whatsapp

Pare de se sabotar e aprenda um novo idioma!

É comum professores de idiomas me relatarem que seus alunos tem medo ou muita dificuldade para falar um novo idioma, mas que ficam compadecidos pois vê potencial para seu aluno de desenvolver.
Também é comum clientes chegar até o atendimento afirmando que além do medo não se julgam capazes de enfrentar.
O que a maioria das pessoas não sabe é o que está por de trás desse medo e dessa insegurança, fazendo com as pessoas deixem de buscar a desenvolver um novo idioma como maneira de autossabotagem. Afinal, falar que não consegue seria um caminho mais “rápido” e “fácil” para lidar com situação. Contudo, a pessoa perde a grande possibilidade se desenvolver.

Quando aprendemos o nosso idioma mãe, junto com eles aprendemos uma cultura, um modo de viver e enfrentar todos os desafios. A maneira de ser(calmo, bravo), o modo de falar e se colocar(alto,baixo), bem como as palavras(gírias, formal ou não formal),postura( descolado, mais sério) que usamos está totalmente relacionados ao ambiente em que vivemos. Assim, nos tornamos seguros com o nosso jeito de ser.
Quando nos deparamos com o aprendizado de um novo idioma, vem com ele um novo vocabulário, uma maneira de se colocar no meio. É aqui que muitos começam a se perder, pois o espontâneo se torna mais tenso e menos natural.A pessoa “deixa” de ser natural.
O aprendizado de um novo idioma embora muito enriquecedor, também é “mutilador” pois deixamos de usar o que sabemos para mergulhar numa nova cultura. Quanto mais próximo ao novo idioma, mais distante as pessoas se sente de suas origens.
Assim, muitos têm receio de perder sua identidade, sua origem e acabam tendo maior resistência no novo aprendizado.
Todavia vale ressaltar que obter um novo aprendizado, não te distancia da sua origem, na verdade amplia novas possibilidades em si mesmo. Apenas é preciso se arriscar e se dá uma nova oportunidade.
As dicas a seguir irão te ajudar a você nesse novo aprendizado.
1- Permita-se ao novo, confie em você pois sua essência não muda. Dar a si novas oportunidades fará de você um ser com mais possibilidades de viver e interagir com o meio.
2- Você não precisa ser perfeito no novo idioma, mas não deixe de se esforçar e fazer o seu melhor para ampliar sua convivência no novo país e novas possibilidades.
3- Acolha a nova cultura e se permita ver um aspecto seu que não conhecia.
4- Dê tempo ao tempo, afinal o processo de aprendizado leva um tempo. Contudo, Arrisque-se.
5- Busque cursos, aulas particulares e grupos de conversação que se sinta acolhido para colocar em prática o que já sabe.
6- Pare de se julgar ou exigir uma postura de um nativo, afinal você vem de outro país.
7- Não crie tanta expectativa com relação a si e nem dos outros. Você é quem é e tem o seu valor.
8- Saiba que o aprimoramento de habilidades é um processo continuo. Quanto mais se permitir aprender, mais hábil se tornará.
9- O medo, insegurança, ansiedade, preocupação faz parte de você e de todo processo de aprendizagem, não tem como evitar essas emoções. Contudo, caso perceba que suas emoções te paralisam, busque ajuda de um profissional para te ajudar.

Para fechar esse texto gostaria de deixar claro que um dos maiores medos que as pessoas tem é de não serem compreendidos e serem julgado, deixando de falar o que já sabe. Contudo, se você não arriscar e não falar vai continuar com esse medo. Portanto, acolha-se e se respeite o seu momento, mas não deixe de se esforçar para um novo aprendizado e lidar com suas emoções que vão surgir nesses momentos.
A compreensão em nós mesmos e com o mundo, amplia nossas capacidade de senti prazer com as novas experiências sem perder nossa essência.
Grande Abraço !

Fernanda Farias
Psicóloga e Coach
CRP 06-73879
Email: contato@fernandafariaspsicologa.com.br
www.psicologafernandafarias.com.br
11- 962304168 Whasapp

7 dicas para ter ajudar a ter o equilibro emocional e financeiro no exterior!

 

Já existe um grande desafio para nos mantermos em harmonia emocional e financeira no nosso país de origem, pois envolve vários fatores para que isso ocorra. Esse desafio aumenta quando nos deparamos com o desafio de morarmos no estrangeiro, tendo em visto que além  das questões básicas, temos que nos adaptar no novo país.

Contudo, com planejamento e administrando as emoções tudo poderá se tornar mais tranquilo.

Vale ressaltar que ao se perceber perdido, ficar sem dinheiro ou não saber o que fazer num momento de imprevistos pode levar o seu objetivo por água baixo. E espero que as dicas abaixo possa  te ajudar a se manter no seu propósito.

1-Procure planejar-se financeiramente antes de viajar. Faça o levantamento do seu orçamento  nos meses que ficará no exterior, mas não deixe de ter uma reserva para imprevistos ou ter em mente como poderia fazer para conseguir manter-se. Sentir-se seguro  financeiramente te ajudará a não entrar em desespero.

2-Invista no seu autoconhecimento e aprenda a lidar com suas emoções. Aqui a regra é  não deixe a emoção te dominar, buscar auxilio pode te ajudar a te fortalecer e encontrar saídas para situações aparentemente difíceis com maior tranquilidade.

3-Saiba priorizar o que é desejo ou prioridade. Diante de desafios, o mais é importante  é manter o foco para que consiga alcançar seu objetivo.Esses objetivos podem mudar de acordo com seu dia, apenas tenha claro que precisa e qual sua meta naquele momento. Vale ressaltar que pode ser que não consiga tudo de uma vez, mas com paciência e estratégia  você conseguirá.

4-Viva seu momento, o seu presente. Um dia de cada vez, conquistando sua meta diária te ajudará se sentir que TEM condições de alcançar suas metas.

5-Cuide do seu bem estar físico e emocional. Respeite seus limites, afinal tudo tem o seu momento e preciso ser respeitado.

6-Tenha lazer, aproveite  as novas descobertas afinal conhecer o novo te trará mais energia para continuar.

7-Reconheça  e respeite seu limite. É melhor um passo de cada vez e se manter no seu propósito do que querer tudo rápido e se perder emocionalmente e financeiramente.

8-Aprenda a relaxar  viver um dia de cada vez, com consciência e alegria. Diante de algum desafio, lembre do seu propósito e mentalize pensamentos positivos.

Grande Abraço !

Fernanda Farias

Psicóloga e Coach

CRP 06-73879

Email: contato@fernandafariaspsicologa.com.br

www.psicologafernandafarias.com.br

11- 962304168 Whatsapp