fbpx

Irritação

Não deixe suas emoções paralisar você!!!!!

É fato que todas as pessoas querem ser feliz, ter sucesso e melhorar sua qualidade de vida. Contudo, emoções baseadas em nossas experiências, crenças limitantes ( aquelas que acreditamos ser verdade absoluta e que está todos os dias conosco e nos limita a seguir em frente, como medo ou insegurança de algo, baseado em fatos passados).
É claro que não conseguimos controlar os fatos da vida, pois não depende de nós, porém temos que dominar como vamos lidar com eles. Digo o mesmo para nossas emoções pois somos seres humanos e sempre vamos sentir. Todavia somos nós que damos significado a tudo isso e aprender a lidar com esses fatores é a chave do sucesso.
Diante de um fato ruim, vale a pena se questionar como essa situação vai interferir em sua vida e o como irá viver a partir disso. Se esse fato vai te paralisar ou se você vai olhar e se permitir ter uma nova perspectiva de vida.
Sempre deixo claro para meus clientes do Brasil e do Exterior que nós fomos preparados para estar em estado de alerta e para sobreviver ao pior, assim nossa tendência é se proteger a todo momento e sermos mais cautelosos. Até as pessoas mais impulsivas, tende a serem assim também como ação de defesa. Todavia, podemos mudar o rumo dessa história, ter bom senso e manter o equilíbrio em nossas ações, emoções diante de todos os acontecimentos. Para isso é preciso sempre estar em contato consigo mesmo e não viver no automático e aceitar o sofrimento como algo certo em sua vida. O certo é você estar bem e ter uma qualidade de vida.
Procure trocar suas expectativas por apreciação. Ver sempre o outro lado da história, o que você aprender e ganhou com a nova experiência.
Já parou para pensar que toda situação dolorosa que você já vivenciou aconteceu para você e não para você? Que tudo aconteceu para você evoluir, ser mais criativa e se tornar mais resiliente?
É claro que você não precisa estar sempre em sofrimento para evoluir, mas caso isso ocorra entenda o porquê e para que isso aconteceu, como forma de aprendizado sempre voltado para seu processo de evolução.

Um grande abraço em conte comigo em seu processo de transformação.
Fernanda Farias
Psicologa e Coach.
CRP 06-73870

Há 15 anos ajudando as pessoas nos processo de transformação, há 5 anos tem um programa que atende pessoas no processo de transição para o Exterior ou retorno ao país de Origem.

Agende sua consulta de Coach Gratuita 11 962304168 Whatssap

Ou pelo email – contato@fernandafariaspsicologa.com.br

www.psicologafernandafarias.com.br

Não deixe a Ansiedade atrapalhar seu HOJE e seu FUTURO!

Nos dias atuais, dificilmente alguém não se deparou com um alto grau de ansiedade, incluindo as crianças. Com a correria do dia a dia, bem como as tarefas que tem que serem realizadas ficamos muitas vezes perdidos e preocupados se vamos ou não dar conta.
Infelizmente a cobrança externa e interna está levando muitas pessoas ficar doentes emocionalmente e fisicamente, algo que precisamos estar atentos para que a ansiedade não nos paralise.
É importante saber que a ansiedade é a expectativa de algo que ainda não aconteceu. Portanto, as pessoas já começam a pensar todos os fatores que pode acontecer. Todavia, esses pensamentos vêm baseados a experiências negativas. Assim, a tendência é pensar que somente situações ruins irão acontecer, gerando insegurança, medo o que leva a pessoa paralisar e não seguir adiante.
Essas emoções negativas faz a pessoa se sentir inferior e incapaz de seguir a diante, diminuindo as chances de evolução. A angústia vem, assim como os pensamentos acelerados e o individuo paralisam na dor, mesmo que queira sair dela. Muitas vezes na tentativa de sair da dor, tomam atitudes impulsivas se arrependendo, gerando mais angustia e preocupação.
Assim, as dicas a seguir te ajudará a viver melhor o hoje e não comprometer o seu futuro.
1-Invista do seu autoconhecimento. Conhecendo suas emoções, seus sentimentos,suas crenças limitantes e seus objetivos, te ajudará ter maior clareza do seus propósitos e você terá como se planejar e lidar melhor com tudo isso. A ajuda de um profissional de psicologia e coach agiliza esse processo.
2-Defina seus objetivos de vida, bem como o motivo pelo qual quer almejá-lo e acredite que você vá conseguir.
3-Faça um planejamento de passo a passo, como alcançará seu objetivo, colocando prazos para te dar uma direção.Prazos esses reais, pois não adianta colocar prazos que seria humanamente impossível de alcança-los devido sua dinâmica de vida.
4-Agora é hora de agir, afinal sonho sem ação não vai te levar a lugar nenhum. Todavia,não fique desesperado(a); trace uma meta mensal, semanal e diária. Faça seu papel diariamente . O mais importante é focar no processo, dia a dia, pois é isso que te levará ao resultado.
5-Organize-se. A pessoa ansiosa sempre acredita que não vai dar tempo de fazer tudo, até porque sempre tende a “ abraçar o mundo”. É importante saber sua prioridade e focar nela. Como dito anteriormente, faça uma lista e vá realizando as atividades uma de cada vez.Sem desespero. Foque no que é importante.
6-Pensamentos negativos provavelmente vão surgir quando se pensar na proporção imensa de uma vida e de todos nossos afazeres, afinal temos que manter uma vida harmoniosa( vida profissional, pessoal, lazer etc). Nesses momentos se questione. O que poderia dar errado? Por que daria errado? O que tenho que fazer para dar certo? Será que estou focando no que eu quero ou no que os outros querem?Será que estou exigindo uma perfeição? Será que me cobro demais?
Tente responder essas perguntas e pense nas soluções, você vai perceber que muitas vezes são os pensamentos e nossas crenças limitantes que nos paralisam e não os fatos em si.
7-No momentos de maior ansiedade olhe ao seu redor, respire , veja a sua lista de tarefas diárias e foque no concreto( no aqui e no agora). Valorize o que tem feito e caso não tem feito reveja o que pode estar acontecendo e não tenha receio de mudar o rumo.Ás vezes imprevistos acontecem e temos que nos reorganizar. Essa reorganização muita vezes é necessária para que você chegue mais rápido ao sua meta. Procure tirar proveito de todas as situações a seu favor.
8-Acredite em você e no seu potencial. Relembre todas as vezes que estava numa situação de ansiedade e angustia e você conseguiu dar conta.Relembre também um situação que você não gostou do resultado e pense como poderia fazer diferente, isso te ajudará desenvolver seu lado criativo.

Você merecer ser feliz e tenho certeza que tem todo o potencial para lidar com suas emoções. Precisa apenas se permitir a isso. Aprender a lidar com suas emoções exige um treino, um esforço,uma dedicação mas quando você faz isso o resultado é transformador.

Um grande abraço em conte comigo em seu processo de transformação.

Fernanda Farias
Psicologa e Coach.
CRP 06-73870

Há 14 anos ajudando as pessoas nos processo de transformação, há 5 anos tem um programa que atende pessoas no processo de transição para o Exterior ou retorno ao país de Origem.

Agende sua consulta de Coach Gratuita 11 962304168 Whatsapp

Ou pelo email – contato@fernandafariaspsicologa.com.br
www.psicologafernandafarias.com.br

Como transformar o pensamento negativo em positivo.

Já parou para perceber que os pensamentos negativos nos atrapalham e eles geralmente aparecem quando tudo parece não está indo a nosso favor?
É exatamente isso que acontece. Nossos pensamentos são reações do que estamos sentindo; se não estamos bem, os pensamentos negativos vão predominar.
Acontece que tudo é treino e aprendizado e esse movimento pode ser transformado. Para isso é importante que você dedique-se um pouco nas dicas que darei a seguir para que você possa aos poucos ir transformado a maneira de pensar e lidar/reagir as suas emoções:

1-Confronte seu pensamento: Todo pensamento é uma fantasia, pois enquanto está no pensamento o fato ainda não aconteceu. Assim, se questione. Esse pensamento é real? Ele está acontecendo de fato?Porque ele deverá acontecer?
2-Resolvendo os problemas: Caso o pensamento insista em existir, procure pensar na solução do mesmo, quais ações precisa tomar para resolvê-los. Dessa maneira você perceberá que terá como sair da situação de risco.
3-Toda vez que o pensamento vier, force o pensamento contrário. Por exemplo: Seu for viajar para o exterior e der tudo errado? Se eu for viajar para o exterior e der tudo certo? Ao forçar esse pensamento, você começa a perceber que as duas coisas podem acontecer e você precisa escolher aquilo que você quer viver.
4-Escreve no papel todos os seus pensamentos negativos e se questione porque somente situações negativas acontecem com você. Ao expor no papel fará você extravasar e tirar de dentro de si esses pensamentos, ajudando a refletir sobre o assunto.
5-Discorde dos pensamentos negativos: Por exemplo: Estou com muito medo e dores do corpo, será é algo ruim, uma doença grave? Discordando: Não, é somente um sintoma de ansiedade, que ao buscar informações e pedir ajuda logo vai passar.
6-Determine pensamentos positivos: Seu cérebro precisa de 5 segundos para registrar um pensamento, assim quando vier um pensamento negativo, determine algo positivo pra que a ultima informação predomine.
Vale ressaltar que nesse texto meu grande objetivo foi te ajudar a perceber que você pode ser autor de sua própria vida, bem como lidar com suas emoções. Contudo, caso esteja enfrentando alguma dificuldade, não deixe de buscar ajuda profissional, bem como buscar informações através de leituras e pessoas sérias para te ajudar nesse processo.
Eu acredito em você, afinal nada pode ser mais importante do que sua vida que seu bem estar.

Fernanda Farias
Psicologa e Coach.
CRP 06-73870

Há 14 anos ajudando as pessoas nos processo de transformação, há 5 anos tem um programa que atende pessoas no processo de transição para o Exterior ou retorno ao país de Origem.

Agende sua consulta de Coach Gratuita 11 962304168 Whatsapp ou

pelo email – contato@fernandafariaspsicologa.com.br

Aprenda como lidar com os pensamentos negativos.

 

Você já parou para perceber  o quanto os pensamentos negativos atrapalham o caminhar do seu dia? O quanto que eles têm o poder sobre você e te levam ao desânimo e até mesmo fazer você desistir de seus propósitos?

Sim, esses pensamentos costumam paralisar muitas pessoas, pelo simples fato delas não  saberem como lidar.

Assim, quero deixar claro que os pensamentos, sejam eles positivos ou negativo sempre vão existir em sua vida. Tanto um quanto outro é preciso ser recebido para te ajudar em seu processo de transformação.

A seguir tem algumas orientações que podem te ajudar a lidar com os pensamentos negativos.

1-Avalie sempre seus pensamentos e quais sentimentos que ele te gerou. Ao fazer essa análise você terá clareza o que te aflige e se existe dentro de si mais pensamentos negativos, do que positivo. Dessa maneira  terá a opção de trabalhar esse sentimento. Caso tenha dificuldade, não deixe de buscar ajuda profissional pra aprender fazer futuramente com maior autonomia essa avaliação.

2-Acolha um  pensamento negativo. Ele faz parte da nossa vida para nos proteger de um suposto perigo ou alerta. Assim, reflita se ele é real ou é somente uma insegurança ou desconforto/medo de enfrentar um novo desafio. Enfrente e perceberá que o pensamento irá embora.

3-Se o pensamento negativo persistir veja  o que está por de trás desse pensamento existente. Geralmente é uma ansiedade, insegurança, medo que está por de trás. Anote  se esses sentimentos te paralisam e  aparece em algumas outras situações de sua vida. Questione  porque esses sentimentos aparecem e o para que continuar com eles..

3-Avalie a importância que você dá a cada pensamento seu. Afinal, porque valorizar  em demasia um pensamento negativo? Procure pensar em todos os obstáculos que  já teve e conseguiu superar através da ação.

4-Pensamento é pensamento, será que seus medos são reais? Vá para o concreto e avalie se realmente eles existem.

5-Diante de um pensamento negativo dê também a oportunidade de  se questionar que como seria se tudo desse certo. Foque também nessa possibilidade, até porque pensamento é pensamento, ainda não existem no concreto.

6-Não temos como prever o futuro e sim lidar com fatos reais. Assim, diante de um pensamento negativo, procure encontrar  o que poderia fazer caso isso acontecesse , assim vai perceber que tudo tem uma solução.

Resumindo, Acredite na  sua capacidade de lidar com os imprevistos do dia a dia, afinal desafios existem para serem vencidos. Eu confio em você.

Grande Abraço !

Fernanda Farias

Psicóloga e Coach

CRP 06-73879

Email: contato@fernandafariaspsicologa.com.br

www.psicologafernandafarias.com.br

11- 962304168 Whatsapp

Não deixe que o julgamento alheio interrompa seus objetivos!

 

Você sabia que um dos fatores que mais impede as pessoas seguir seus sonhos e alcançar suas metas são porque se paralisam com o julgamento alheio?
Sim, isso é mais comum do que você imagina. Todavia, posso te afirmar que você é merecedor de todas as conquistas do mundo, dos seus sonhos e principalmente de manter seus ideais.
Para que isso aconteça é importante você entenda porque as pessoas julgam, bem como nos deixamos muitas vezes nos levar .
O julgamento (opinião) das pessoas, bem como as recebemos estão baseadas nas vivências individuais, bem como na nossa estrutura emocional.
Partindo desse pressuposto, é importante avaliar, refletir se você percebe que está paralisando sua vida, deixando de agir e colocar em prática suas vontades ou se moldando a maneira de se colocar ao mundo(deixando de ser você) para agradar o outro.
Se você perceber que a todo momento precisa da aprovação alheia para se colocar no mundo, vale a pena repensar o porque e para que precisa continuar assim.
Você sabia que isso está relacionado a insegurança, autoestima baixa, sensação de incapacidade, bem como o medo de assumir a responsabilidade pela sua escolha?
Toda escolha tem uma consequência, sendo ela positiva ou negativa. A dificuldade de lidar com essa consequência , bem como assumir é um dos fatores que pode te paralisar. Quando damos muito ouvidos a opinião alheia tiramos de nós mesmo a responsabilidade de se assumir, colocando a responsabilidade do seu fracasso na pessoa que te julga, não da sua dificuldade em se assumir.
Assim, abaixo deixo algumas dicas para você refletir sobre esse assunto e mostrar que você pode ser autor da sua própria história.Que você independente das consequências de suas escolhas pode se assumir. Se der certo, ótimo. Se der “errado” ótimo também, pois terá uma grande oportunidade de desenvolver sua criatividade, aprender a lidar com suas emoções e ajustar para o próximo passo, rumo a concretização de seu sonho.

1-Ao perceber que é frequente deixar de ser você para agradar o outro, reflita o porquê e para que faz isso. Qual é sua necessidade de ser aceito por essa pessoa?
2-Ter claro seu objetivo/sonho dentro de si, bem como não medir esforços através de planejamento como alcança-lo é fundamental para sentir seguro para dar continuidade. Vale lembrar que o sonho e o projeto é seu e ninguém tem a obrigação de aceitar ou entender você. Apenas assuma e se responsabilize por suas escolhas e vá em frente.
3-Se sentir medo, insegurança,ansiedade ou qualquer outra emoção que perceba que te paralise diante de um julgamento, Enfrente! Acolha suas emoções, saiba que elas fazem parte do nosso dia a dia. Você só precisa entendê-las e aprender como reagir a elas. Não deixe de buscar ajuda de um profissional de psicologia para te ajudar nesse processo. Autoconhecimento é a base para aprendermos a nos colocar no mundo de maneira mais segura.
4-Se após a avaliação do julgamento te fez mudar de ideia, reflita o que está te deixando inseguro/aflito. Porque ficou tão mexido(a)?Será que está certo no seu propósito? Se acreditar que não esse o caminho, mude a direção. Porém, mude por você e não porque o outro falou.
5-Vale ressaltar que o julgamento do outro muitas vezes vem das pessoas mais próximas. Geralmente, esse julgamento vem como critica destrutiva. Porém, já parou para pensar que essa pessoa só quer te proteger ou até mesmo expressando a dificuldade que ela teria para enfrentar seu desafio?
6-Nós só damos e agimos de acordo com que temos dentro de si. Então se você só recebe julgamento de determinadas pessoas, não leve para o pessoal. Veja se ela faz isso com todo mundo. Se ela faz isso, a questão é dela e não sua falta de capacidade. Reflita
7-E por último, se a o julgamento da pessoa é mais importante que seus sonhos/objetivos que te fazem paralisar, reflita como se vê no mundo. Porque a outra pessoa é melhor que você? O que você acha de trabalhar sua autoestima? Vale ressaltar, que todas as opiniões são importantes e bem vindas quando olhamos de maneira positiva. Saiba acolher, mas como dito acima, não se deixe e nem seus sonhos para segundo plano. Com ética, sabedoria e responsabilidade, você pode ter a vida que pretende ter, afinal você merece se feliz e escrever sua história como deve ser vivida.Somente após um período você vai verificar se teve ou não o resultado que almejava e avaliar o que pode ser aproveitado para as próximas vivências ou não. O mais importante aqui é se respeitar e entender que precisamos sempre dar o nosso melhor no nosso dia. Se não estiver 100%, dê seu 80%, dê o seu máximo naquele momento.

Um grande Abraço.
Fernanda Farias
Psicóloga e Coach
CRP 06-73879
Email: contato@fernandafariaspsicologa.com.br
www.psicologafernandafarias.com.br
11- 962304168 Whatsapp

Transtorno Desafiador Opositivo

O transtorno é definido como um padrão persistente de comportamentos desafiadores, desobedientes e agressivos com qualquer figura que represente autoridade.

As principais características são:

• Impaciência
• Desafio
• Desobediência
• Indisciplina
• Discussão com adultos
• Perturbação e implicância com as pessoas
• Irritação
• Ressentimento
• Ideias de vingança
• Hábito de responsabilizar o outro por seus erros

Os sintomas do transtorno acabam por refletir diretamente na vida social, acadêmica e ocupacional da criança ou adolescente. As violações de normas sociais e invasão ou desrespeito com o espaço do outro também estão presentes e com grande intensidade.

No geral, os sintomas do transtorno começam a aparecer por volta dos 6 anos, comprometendo o desempenho escolar e muitas vezes causando reprovações escolares .

É importante prestar atenção em crianças com baixa autoestima, fraca tolerância a frustações,humor deprimido, ataques de raiva e que tenham poucos amigos.

Outros transtornos de comportamento podem aparecer associados ao TDO, como déficit de atenção/hiperatividade, transtornos de aprendizagem, de humor e ansiosos. Se não tratado corretamente pode evoluir para um transtorno de conduta.

Sendo assim, é extremamente importante que o diagnóstico seja feito o mais cedo possível, levando em conta que a criança ou adolescente que apresenta o transtorno vive em constante sofrimento e necessita de ajuda.